Translate

28 de janeiro de 2014

ASSÉDIO IMUTÁVEL!



O empenho do diabo não é em se redimir para reverter ou abrandar sua sentença. Ele já é um condenado e nada, absolutamente nada pode mudar sua situação definida por Deus que é Juiz reto. 

Portanto, todo empenho do diabo é centralizado no homem. Poderíamos dizer em tom de exagero que a “vida” do diabo depende do homem. Sim, se Deus tirasse o homem da terra, o diabo ficaria sem emprego, sem divertimento e sem expectativa alguma de vida. Pois, todas as malignidades do inferno necessitam de homens perversos para efetivá-las com êxito.

Eu diria que o diabo de certa forma é paciente pelo fato de não desistir com facilidade. Sua persistência é algo descomunal. O máximo que ele faz é se afastar por um período enquanto houver resistência. Foi esta a recomendação de Tiago: “Portanto, submetam-se a Deus. Resistam ao diabo, e ele fugirá de vocês” – (Tiago 4:7).

O assédio imutável do diabo encontra parceria com o próprio corpo do homem que gosta de saborear os “belos” e “saborosos” pratos impuros do mundo. Não é sem sentido que se diz: “Tudo que é gostoso faz mal”. Tirando o exagero, na verdade muitas coisas belas e saborosas fazem mal à saúde. Assim sendo, o caminho é resisti-las e mantê-las longe da visão, tato, olfato, audição e paladar.

A carne é tendenciosa. A carne sugere burlar todos os princípios de boa conduta e o diabo sabe disso. É uma cadência de passos conquistados. Primeiro o diabo desperta no homem a “fome”. Segundo apresenta o “prato” apetitoso, terceiro o homem decide de livre e espontânea vontade manter um relacionamento íntimo com o “prato” e desta forma a besteira está consumada. Ele engravida e por fim dá à luz o pecado que por sua vez gera a morte. Tiago escreveu desta forma: “Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência. Depois, havendo a concupiscência concebida, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte” – (Tiago 1:14,15).

Ninguém deve superestimar ou subestimar o diabo. São extremos perigosíssimos. Muitas pessoas já naufragaram por navegarem por esses “oceanos” dos exageros. Pensar que o diabo pode tudo não é verdade, assim como afirmar que ele é impotente. Paulo disse: “Fortaleçam-se no Senhor e no seu forte poder. Vistam toda a armadura de Deus, para poderem ficar firmes contra as ciladas do diabo, pois a nossa luta não é contra pessoas, mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais” – (Efésios 6:10-12).

É muita ingenuidade julgar que o diabo está amarrado no inferno e sem forças para agir. Jesus nunca disse ao diabo que ele estava amarrado e sem forças. Entretanto, os comandos de Jesus sempre firmes e objetivos, jamais foram contestados pelo diabo, e continua sendo hoje pelas pessoas que agem na força e poder do nome que está acima de todos os nomes, Jesus Cristo.
                       
O mundo precisa entender que o diabo está solto, tendo como meta, matar, roubar e destruir. Ninguém está inaccessível de suas maquinações. Nem mesmo Jesus foi excluído de sua lista. Suas propostas absurdas direcionadas ao Senhor Jesus são provas de que ele é atrevido.

É muita petulância do diabo sugerir que Jesus se prostrasse diante dele e o adorasse. No entanto, o atrevimento e a insistência deste indivíduo continuam seduzindo milhares de pessoas que espontaneamente se curvam diante dele em troca de riqueza e poder. Cuidado! Sempre que ele aparecer por perto, faça o que Jesus fez. Encha os pulmões e diga: "Retire-se, Satanás! Pois está escrito: ‘Adore o Senhor, o seu Deus e só a ele preste culto’" – (Mateus 4:10).

____________________ Plínio Cavalheiro.

2 comentários:

Angel Rocha disse...

Excelente texto, é triste saber que caio constantemente nas armadilhas do diabo sem que ele faça qualquer esforço, somente a graça e o perdão de Jesus podem me purificar, mas sinto que falta muito domínio próprio para que eu resista e seja vitorioso nessas batalhas a cafa instante.
Obrigado pastor

fabi disse...

Realmente o diabo é muito atrevido. A primeira coisa que disse a Jesus foi questionar sua identidade mesmo sabendo quem Ele era. “Se és o filho de Deus...” Certamente ele age da mesma forma contra os filhos de Deus, fazendo-os duvidar de que realmente são no corpo de Cristo, de quem são em Cristo. Penso que, quando alcança seu objetivo prossegue em suas audaciosas tentações e é claro a acusação está entre seus argumentos.
Antes vocês estavam separados de Deus e, na mente de vocês, eram inimigos por causa do mau procedimento de vocês. Mas agora Ele os reconciliou pelo corpo físico de Cristo, mediante a morte, para apresentá-los diante dele santos, inculpáveis e livres de qualquer acusação... ( Col 1:21-22)

Deus te abençoe irmão Plínio e te faça ainda mais cheio do Senhor e de sua sabedoria.

Abraços,

Fabi Kadosh