Translate

20 de outubro de 2013

CONVIVER PARA CONHECER!




Por vezes encaramos desapontamentos por conta de pessoas que pensamos conhece-las de verdade e acabam cedo ou tarde “pisando na bola” conosco ou com a sociedade de um modo geral.

Alguém já disse que para conhecermos de fato uma pessoa temos que comer um saco de sal com ela. Afirmar conhecer determinadas pessoas levando em contas somente contatos superficiais é correr o risco de passar por grandes frustrações.

Estar com alguém, caminhar com ela e presenciar suas atitudes contribui para se chegar a um diagnóstico muito próximo da perfeição sobre seu autêntico caráter. É como se fora uma tomografia onde os “tumores” não conseguem se esconder por mais minúsculos que sejam.

Próximo da perfeição! Sim, isto mesmo. O ser humano é uma caixa de surpresas, conseguindo guardar coisas dentro dela que só Deus conhece e se estendendo, dependo do caso até os porões do inferno.

É por isso que ficamos boquiabertos com muitos noticiários envolvendo crimes hediondos onde o acusado usa da prerrogativa de ser réu primário com o aval de todos que o cercam, seus amigos, parentes e vizinhos declarando sua idoneidade até então. É a tal caixa que foi aberta e de dentro aflorou uma raiz infernal que cresceu e deu fruto maligno.

Bom seria que as pessoas, ao conhecer Jesus como Senhor e Salvador, entregassem a Ele as chaves destas caixas. Ou melhor, que orassem pedindo a Jesus que as retirassem de dentro delas definitivamente. Nada absolutamente nada que deriva do inferno deve permanecer dentro de uma vida compromissada com Cristo. Insistir neste erro é atestar infidelidade para com Jesus e correr o risco de cometer uma barbárie cedo ou tarde.

No reino espiritual não há espaço para cristão secreto. Para que serviriam eles se nada há de confidencial? A Bíblia Sagrada indiscutivelmente é best-seller em vendas e as revelações contidas nelas estão explícitas de forma que todos indistintamente têm acesso a elas sem nenhuma restrição.
  
Eu preciso fazer esta pergunta neste contesto: “Você conhece Jesus”? E se conhece, você conseguiria traduzir quem é Jesus para você? Certa ocasião Jesus disse a Filipe: "Você não me conhece, mesmo depois de eu ter estado com vocês durante tanto tempo?” – (João 14:9a).

Pense nisto! Decida onheçer Jesus, se inteire de tudo que Ele é de tudo quanto Ele pode fazer em sua vida, se você deixar!

___________________Plínio Cavalheiro.

2 comentários:

Jorge Ramiro disse...

Eu acho que é bom ter um espírito feliz. Eu concordo com isso. Sou um fotógrafo no setor de alimentos. Eu tiro fotos de restaurantes em São Paulo, eu trabalho para uma revista online.

Debora Oliveira disse...

Olá Plinio, vi que você está seguindo meu blog, estou fazendo um belo sorteio de natal, passe por lá. Quem sabe você ganha e presenteia sua esposa. Abraços